As postagens desse blog são em caráter informal e de apego ao saber popular, com seu entusiasmo, exageros, ingenuidade, acertos ou erros.

quinta-feira, 30 de junho de 2011

BIBLIOTECAS - A Biblioteca da EFAP

As Escolas Família Agrícola (EFAs) localizam-se na zona rural dos municípios e oferecem o Ensino Fundamental (5ª à 8ª), Ensino Médio e a Educação Profissional aos filhos dos agricultores, pecuaristas, extrativistas, pescadores, etc. Propiciam uma educação diferenciada, baseada na pedagogia de alternância, visando a formação de jovens que atuem de maneira coerente e sustentável com seu meio, valorizando, respeitando e preservando sua cultura, seus valores, saberes e suas tradições em suas comunidades.

No Estado do Amapá atualmente são cinco:
- EFAPEN (EFA da Perimetral Norte)
- EFAC (EFA do Carvão)
- EFAP (EFA do Pacuí)
- EFAEXMA (Escola Família Agroextrativista do Maracá)
- EFA do Cedro


Logomarca
A EFAP está localizada no Distrito de São  Joaquim do Pacuí (Macapá). A escola iniciou suas atividades em 1989, com um curso de suplência de 5ª a 8ª série com iniciação em agropecuária. Em Janeiro de 1991, para melhor atender à população da região e para fins de reconhecimento junto aos órgãos competentes do Sistema Estadual de Ensino, essa instituição escolar instalou-se legalmente com a Habilitação Profissional Antecipada em Agropecuária, curso que foi reconhecido em 1994, pelo Conselho Estadual de Educação do Amapá.  


Em 1995, com o apoio da EMBRAPA e da UNIFAP, a Escola iniciou o Ensino Médio com Profissionalização Técnica em Agropecuária, reconhecido em 1998, pelo Conselho Estadual de Educação.
A EFAP está localizada na Rodovia Macapá-Cutias, Km 123
Distrito de São Joaquim do Pacuí 
E-mail: eefap@bol.com.br / eefap@hotmail.com

Os principais objetivos da EFAP, são:
-   Promover o desenvolvimento sustentável através da formação integral (profissional, humana, social e cultural) dos filhos de produtores rurais;
-   Difundir técnicas agropecuárias, economicamente viáveis e ecologicamente corretas à região;
-   Apoiar a permanência do aluno no meio rural, no seu ambiente familiar e comunitário;
-   Integrar escola, família e comunidade através da Pedagogia da Alternância;
- Proporcionar aos educandos o ciclo de estudos do Ensino Fundamental e Médio, com qualificação básicas em técnicas agropecuárias.
 

A área de 97 hectares da escola conta com um Pomar Agrofloresta (que cresce em embaixo das espécies florestais) plantados pelos alunos, com árvores em idade adulta e uma extensa variedade de espécies frutíferas. O rejeito vegetal e dejetos animais são transformados em composto orgânico (adubo) na área destinada à Compostagem, e é usado no plantio do pomar, horta e fruticultura.
 
Os animais dispõem de controle sanitário, acompanhamento de gestação e aplicação de medicamentos feita por médico veterinário. Outros profissionais, como zootecnista, engenheiro agrônomo e técnicos em agropecuária, fazem o acompanhamento e manutenção das matrizes animais e vegetais. 
 
Cada laboratório está inserido nas atividades metodológicas aplicadas que obedecem a um programa anual de aulas teóricas e práticas nas áreas de oleirocultura, fruticultura, avicultura, apicultura, cunicultura, bovinocultura, suinocultura, jardinagem, industrialização rural e administração agrícola. O programa também oferece atividades extracurriculares de caráter sócio cultural que contam com o envolvimento da comunidade e familiares dos alunos. 
Visando o acesso às informações na área ambiental e a formação de multiplicadores e técnicos em agropecuária mais capacitados para o desenvolvimento ecologicamente sustentado, a SEMA e EFAC organizaram a Biblioteca Escolar-Ambiental.
A implantação foi entre 23 a 27 de julho de 2007.
Equipe da SEMA: Renato Brasiliense (Gerente do NIDA/SEMA), Rogério Castelo, Manoel (Motorista) e Nelziana. Participaram também Aline Teixeira, o idealizador e coordenador do projeto (Paulo Figueira), a Diretora da EFAC (Bianca Maria de Souza Rigamonti) e a Professora Renata. Agradecemos a todos que direta ou indiretamente cooperaram com este projeto.
Renato, Profª Renata, Bianca (Diretora da EFAP), Dona Nelziana e Gregor Samsa?

Aline e Professora Renata
Foram disponibilizados livros, folhetos, vídeos, televisão, projetor multimídia, computador, impressora, nobreak e mobiliário da biblioteca (estantes, mesas, cadeiras, caixas bibliográficas e bibliocantos).
No acervo, além de livros didáticos e ambientais, também encontram-se obras na área agropecuária.
 
As bibliotecas são indispensáveis nas escolas.
A inauguração foi em 01/10/2007, no encontro entre jovens das EFAs do Amapá
Esta é a  EFAP, mais um importante centro educacional no Amapá!