As postagens desse blog são em caráter informal e de apego ao saber popular, com seu entusiasmo, exageros, ingenuidade, acertos ou erros.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

"A filha dos rios" - Ilko Minev

Romance ambientado na Amazônia, segunda metade do século XX, apresentando duas mulheres resolutas e fortes diante de adversidades rotineiras. Aborda pontos históricos, como o garimpo e seringais, despertando encanto e curiosidade nas descrições da natureza e sociedade, de forma idílica e em seus dramas peculiares.
A obra inicia com a história de Maria, em uma sucessão de eventos fortemente arraigados na cultura ribeirinha. É a parte que mais gostei, mostrando a protagonista da adolescência à maturidade forçada, como pilar em sua família. O ambiente é retratado de forma rústica, isolada e decadente em alguns momentos, principalmente em relação ao resgate seringalista, onde se desenrolam os episódios mais dramáticos na vida da bela cabocla de olhos verdes.
Na segunda parte o autor apresenta Sandra, que tem história ligada a antepassados judaicos e com muitas revelações quanto a trajetória pessoal e de seu povo. O autor fala de eventos ocorridos na Europa que são desconhecidos do grande público, como a organização Zwi Migdal, máfia que atuou no tráfico de mulheres e teve ação na Amazônia. Nessa parte os eventos giram em torno do garimpo e sua efervescência típica ligada a bordéis e pirataria. O garimpo enfatizado está relacionado as dragas de prospecção de ouro nos rios.


Ilustração na obra
A saga dessas mulheres se entrelaça na narrativa, encerrando de forma nostálgica, em uma revisitação dos cenários, deixando em paralelo histórias amazônidas, reais ou fictícias, como tantas que ocorreram ou se passam por aqui.
Bela obra! O que não gostei foi da segunda passagem de Maria, que perde um pouco do carisma de sua apresentação. O autor não dá fluidez ao desenrolar de alguns fatos.

"A Filha dos Rios" refere-se a cabocla Maria, mas também é uma homenagem a todas as moradoras da região. O segundo romance de Ilko Minev, publicado em 2015, com personagens ligados a "Onde estão as flores?", obra de 2013.
Ilko Minev nasceu em Sofia, na Bulgária, onde cursou Letras com especialização em Germanística. Foi dissidente político exilado na Bélgica, onde estudou Economia, antes de se fixar no Brasil. De São Paulo foi morar em Manaus, onde literalmente se apaixonou e criou raízes. Lá foi empresário e Cônsul Honorário dos Países Baixos por mais de 30 anos (Fonte: SKOOB)
Ficha do livro
Título: A filha dos rios 
Autor: Ilko Minev 
Editora: Virgiliae 
Ano: 2015 
Páginas: 208  
ISBN: 9-788564-68333-4  
Tema: Amazônia, Ficção Brasileira 
Sinopse: Maria é uma cabocla de olhos verdes, e muita determinação, que luta para criar seus filhos em meio à realidade amazônica da segunda metade do século passado. Em sua trajetória, ela conhece Sandra, uma misteriosa dona de bordel e Oleg, um jovem judeu búlgaro que tenta a sorte em uma draga de prospecção de ouro no Rio Madeira. Oleg é personagem do primeiro livro de MInev, Onde estão as flores?, assim como Licco e Davi, que também aparecem nesse novo romance. Fonte: books.google.com.br

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Rozeane Ribeiro (Estou contigo)

Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.
Eis que, envergonhados e confundidos serão todos os que se indignaram contra ti; tornar-se-ão em nada, e os que contenderem contigo, perecerão.
Buscá-los-ás, porém não os acharás; os que pelejarem contigo, tornar-se-ão em nada, e como coisa que não é nada, os que guerrearem contigo.
Porque eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo.
Isaías 41:10-13
"Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça." (Isaías 41:10)

Estou Contigo (Rozeane Ribeiro)

Eu tenho escutado os teus gemidos
Tuas orações tem chegado aos meus ouvidos
Quando dobra os seus joelhos para orar
Eu atento os meus ouvidos para escutar
O teu clamor.

Eu sei,quando você está aflito
Eu escuto do teu peito aquele grito
Me chamado por favor, não me abandona
Eu consolo o coração, quando tu clamas

Eu sou Deus, não há outro além de mim
Sou teu pai, meu filho estou aqui
Não importa se o mundo te abandona
Eu jamais te deixarei, eu jamais te deixarei
Oh filho meu

Estou contigo, ó meu filho
Se o inimigo te afrontar, eu me ponho em tua frente
E por você eu vou lutar
E se te jogarem na cova dos leões
Estarei contigo para te guardar
De qualquer forma, estais protegido
Ninguém pode te tocar.

Eu sou Deus, não há outro além de mim
Sou teu pai,meu filho estou aqui
Não importa se o mundo te abandona
Eu jamais te deixarei, eu jamais te deixarei
Oh filho meu.

Estou contigo, ó meu filho
Se o inimigo te afrontar, eu me ponho em tua frente
E por você eu vou lutar
E se te jogarem na cova dos leões
Estarei contigo para te guardar
De qualquer forma, estais protegido
Ninguém pode te tocar.

Eu sou teu Deus, e ninguém pode te tocar.

Estou contigo, ó meu filho
Se o inimigo te afrontar, eu me ponho em tua frente
E por você eu vou lutar
E se te jogarem na cova dos leões
Estarei contigo para te guardar
De qualquer forma, estais protegido
Ninguém pode te tocar.

Ninguém pode tocar, ninguém pode tocar.


"Porque eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo." (Isaías 41:10)