As postagens desse blog são em caráter informal e de apego ao saber popular, com seu entusiasmo, exageros, ingenuidade, acertos ou erros.
Mostrando postagens com marcador Areas Protegidas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Areas Protegidas. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Parque do Cancão (Serra do Navio)

Serra do Navio é um município com grande importância ao Amapá. Além do minério historicamente explorado pela ICOMI há alguns anos (alavanca para o desenvolvimento do recém-criado território amapaense), apresenta um belo cenário natural com serras, igarapés e florestas com uma biodiversidade grande e até mesmo rara, como o lendário beija-flor brilho-de-fogo e o curioso cancão. Em 2007, visando a preservação e pesquisa desse patrimônio natural, foi criada mais uma área protegida: o Parque Natural Municipal do Cancão. Esse parque foi caracterizado como uma Unidade de Conservação de Proteção Integral, ou seja, não pode ser habitado pelo homem e seus recursos naturais são usados apenas na pesquisa científica ou turismo ecológico.  A área abrangente é de 370,26 hectares e sua criação ocorreu pelo Decreto Municipal (PMSN) Nº 085 de 14/11/2007. Dá uma olhada aí na localização no município.
Mapa de localização
Mapa: GEA/SEMA (2008)
A Prefeitura de Serra do Navio (PMSN) e Governo Estadual (GEA) há alguns anos (2008?) elaboraram um vídeo sobre este parque. 
É uma importante ferramenta para a divulgação da unidade e fortalecimento de sua  preservação. 
O conteúdo desse documentário é o que descrevo a seguir.


Vídeo da Prefeitura Municipal de Serra do Navio

Alguns pontos mostrados:
- Há aproximadamente dois séculos os metais preciosos sobre a região de Serra do Navio já atraiam incursões de guianenses e garimpeiros brasileiros para as águas traiçoeiras do Rio Amaparí em busca do brilho do ouro.
Rio Amaparí. Respectivamente, fotos de:
Freddy Koester e do site amapaemdestaque.webnode.com.br
- Entre esses aventureiros navegava o agricultor e dono de regatão Mário Cruz fornecendo alimentos e ferramentas aos garimpeiros em troca de ouro, algumas caças ou uns excassos trocados.
 Garimpeiros (Imagens retiradas do vídeo)
- Quando Mário cruz levou sua pedra de manganês às autoridades do então Território Federal do Amapá ele provavelmente sabia da importância de seu achado, mas sequer imaginava que aquela pedra encontrada nas margens do Rio Amaparí e usada como lastro em sua canoa iria ser a pedra fundamental lançada para a construção de um novo tempo na economia do Amapá...
Fotos da  Biblioteca IBGE
Vemos a exploração do manganês nos primeiros anos da ICOMI,  o Porto de Santana (funcional a partir de 1956), afloramento do manganês e construção das primeiras instalações da mineradora.
...e também para a história da arquitetura e do urbanismo voltados para a indústria de mineração na Amazônia com a primeira cidade planejada e construída no meio da floresta que conseguiu vencer os desafios que passam sobre a linha do equador: a Vila de Serra do Navio. Projeto esborçado com as linhas do Movimento Modernista com a proposta de harmonizar a relação indústria, homem e meio ambiente.
Imagens do livro "Vila Serra do Navio" de Benjamin Ribeiro
- "Durante várias décadas o município de Serra do Navio esteve presente nos livros de geografia do Brasil inteiro. Isso aconteceu porque aqui se produzia um minério importante para a economia mundial que é o manganês. Acontece que superada esta fase e com o encerramento da atividade da exploração do manganês o município então busca a sua vocação econômica que até agora não encontrou. Por outro lado é um município onde há concentração de unidades de conservação, fundamental para que o Amapá continue sendo o estado de maior preservação ambiental do Brasil. O certo então é que o país deva ter uma política específica para estes municípios que contribuem para essa preservação do meio ambiente. Então a época do manganês passou mas o município precisa encontrar a sua vocação econômica e, em razão da situação ambiental, há necessidade do país desenvolver uma política para incentivar esses municípios que na Amazônia inteira contribuem para a preservação". (Afonso Gomes Guimarães - promotor)
 
Imagens retiradas do vídeo
CURIOSIDADE EXTRA-VÍDEO SOBRE AS VILAS DA ICOMI
(Retiradas do reocities.com)
VILA AMAZONAS: Inicialmente a vila residencial da ICOMI a ser construída junto ao embarcadouro deveria se denominar Vila Porto Santana, mas como estava localizada à margem do rio Amazonas optou-se pela denominação de Vila Amazonas mesmo. É hoje um bairro da cidade Santana (Não meu mano, essa tua curiosidade tá muito furreca!!!)
VILA SERRA DO NAVIO: No rio Amapari (afluente do rio Araguari, no Amapá) existe uma ilhota comprida com a forma aproximada de um navio, por causa dessa ilhota a serra próxima passou a ser conhecida como Serra do Navio e o núcleo residencial ali construído  pela ICOMI,  junto  às jazidas de manganês, foi batizado como Vila Serra do Navio (Agora sim... essa eu não conhecia e é mais uma das teorias sobre o nome, tu consegues ver essa tal ilhota-navio na primeira foto desta postagem?)
Deve ser essa a ilhota-navio... é não é que parece mesmo!! 
As fotos eu peguei de uma apresentação da PMSN.

- O município de Serra do Navio tem muita história que subiu e desceu esta serra, até que a antiga vila operária construída em 1955 pela ICOMI se transforma-se na sede de um dos mais novos municípios do Amapá (em 1992).
  Imagens retiradas do vídeo
- Serra do Navio tem uma população de cerca de 8 mil habitantes (IBGE 2010) e 70% de sua área está dentro do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque.
 Fotos no acervo da Biblioteca SEMA-AP
Serra do Navio é portal de entrada para o maior parque em área contínua do mundo: O Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque (Convido-os a conhecerem o blog www.montanhasdotumucumaque.blogspot.com.br, que tem muita informação sobre o parque e também um precioso material de estudo disponível para download)
Olha onde fica a sede do escritório do PARNA Tumucumaque na serra. Perto do campo de futebol.
(Imagens do vídeo e do blog Parna Tumucumaque)

- "Preocupados para que Serra do Navio (SN) se torna-se um município somente de exploração mineral, o poder público municipal criou o Parque do Cancão. O Brasil e mundo vão investir em SN até porque o estado do Amapá se desenvolveu a partir do município de SN e o Brasil foi reconhecido no cenário mundial também pelo nosso município. Então venham investir no nosso município, venha conhecer nossas belezas naturais! Aqui está apenas uma demonstração do que é SN, esta cachoeira faz parte do nosso Parque do Cancão". (Reginaldo Pantoja - Vice-prefeito de SN na época)
 Imagens do vídeo
- Pelo trem que sobe a serra oupor automóveis quem vem pela estrada (BR-210/Perimetral Norte) chegam pessoas de todo o Amapá e de outras regiões do país e do exterior. Grande parte delas com o intuito de aproveitar a diversidade amazônica, tão bem representada em SN.
 Imagens do vídeo
- Na cidade a vida passa devagar para dar tempo de contemplar a neblina se formando no alto da serra para depois cair sobre a cidade, branca e delicada como um véu de noiva. O clima sugere um bom vinho acompanhado dos pratos da cozinha internacional amazônica. A cidade hoje oferece uma boa estrutura hoteleira para quem quer dormir na sede o mais próximo da natureza.
Quando estudava em SN gostava de ir para a escola debaixo de neblina, que não eram ralinhas assim como estas mostradas no vídeo, pensava que seria como andar nas nuvens. Deve ser por isso que tenho a cabeça nas nuvens... Ô besteira! vamos voltar a ver coisas mais importantes.
- O nome do Parque do Cancão não é a toa. O cancão (ave da família Covavidea) é muito comum em SN. É ele que dá as boas vindas cantando aos visitantes que entram na floresta.

- "Nosso município ficou muito tempo no abandono, relíquia que se faz notar novamente mas desta vez para cobrar o reconhecimento do cidadão serrano que acreditou e continua acreditando nos seus sonhos. Podemos dizer que o canto do nosso mascote nos deu sorte, em menos de 2 anos de criação o nosso parque ganhou seu primeiro prêmio, o de Destaque Nacional outorgado ao município modelo de preservação de áreas verdes e de unidade de conservação, concedido pelo Instituto Biosfera. Este prêmio é o reconhecimento público e nacional de que a nossa política em desenvolvimento está dando certo, mesmo que este desenvolvimento ainda não seja aquele que podemos ter. Nos falta apoio mas os parceiros estão chegando. SN ainda tem muita história para contar e impressionar, e não tem medo de apostar nos seus sonhos. O Amapá, mesmo pequeno, sabe ser grande na defesa do seu meio ambiente e na gestão de políticas públicas que promovam o desenvolvimento sustentável de suas regiões". (Francimar Santos - Prefeita de SN na época da produção do vídeo)

Esse é o conteúdo do vídeo da PMSN/GEA sobre o Parque do Cancão.
O vídeo tem 10 minutos, é uma produção de 2008 e pode ser encontrado na videoteca da Biblioteca SEMA em Macapá ou neste link do youtube.

Como se viu o vídeo mostra mais o lado histórico de Serra do Navio, um município em busca de fortalecimento de uma nova vocação econômica pós-ICOMI, onde o ecoturismo desponta com boas perspectivas. Serra do Navio tem mais de 70% de suas terras dentro de áreas protegidas, sendo elas: parte do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque (UC Federal), parte da Floresta Estadual do Amapá  (UC Estadual) e o Parque do Cancão (UC Municipal). Há possibilidades também do turismo histórico, pois SN foi uma das poucas cidades planejadas na Amazônia. É preciso saber que boa parte desse patrimônio histórico está em péssimas condições (o IPHAN está atualmente fazendo a restauração do antigo cinema). A BR-210 não é pavimentada, a viagem de trem pode ser muito demorada e cansativa (pelas próprias condições do trem e tranformações no entorno da ferrovia), e a estação de SN precisa de reparos (como a iluminação). O ecoturismo tem que ter estrutura desde a porta de entrada e o município precisa de muitos investimentos e oportunidades que valorizem suas potencialidades.


Já que o vídeo não falou especificamente do PARMUN Cancão, resolvi acrescentar umas informações específicas do Atlas UC-AP.
 

PARQUE NATURAL MUNICIPAL DO CANCÃO

O Parque do Cancão foi criado com o objetivo de preservação de amostras da floresta amazônica, proteção dos recursos hídricos e valorização do patrimônio paisagístico e cultural do município de Serra do Navio. 
A gestão é de responsabilidade da Prefeitura Municipal de Serra do Navio (PMSN).
Mapa SEMA-AP/2012
Limita-se a oeste com o rio Amapari, e no restante de sua fronteira limita-se com a expansão urbana do município de Serra do Navio.
Serra do Navio está a 212 km de Macapá. O acesso à UC pode ser por via: rodoviária (108 km de rodovia pavimentada pela BR-156 de Macapá até Porto Grande e mais 104 km sem pavimentação pela BR-210 de Porto Grande até a SN, passando por Pedra Branca do Amaparí) e ferroviária (saindo de Santana dura de 6 a 8 horas, ou mais, dependendo de alguma eventualidade). 
O parque encontra-se em relevo acidentado, formado por serras, colinas e morros.
IMAGENS DO PARQUE DO CANCÃO
(Publicadas no Atlas das Unidades de Conservação do Amapá/2008)
Referenciais e autores registrados nas imagens.
 
 
A vegetação preponderante é de floresta ombrófila densa (ih caboco.... é aquela mata viçosa com árvores porrudas, onde chove muito no ano... pode ter ucuúba, piquiá, samaúma, acapu, angelim, castanheira, entre outras) e também encontramos florestas de igapó (a mata em terrenos baixos e alagados perto dos rios ou cursos d'água. Opa!... aí pode ter açaizal).
  Floresta Densa em Serra do Navio (Foto: Rogério Castelo) 
 Floresta de Igapó (Imagem ilustrativa retiradada da internet)
A fauna é grande, registrando-se a presença de primatas como o mico-de-cheiro, cuamba (ou macaco-aranha), preguiça e guariba
Também encontramos muitas aves, como o gavião-branco, gavião-tesoura e possivelmente o gavião-real ou harpia (que é a mais forte ave de rapina do mundo e muito habilidosa em caçar preguiças nas árvores). 
Outras espécies de aves identificadas são jacu, jacamim, mutum e, logicamente, a que dá nome ao parque (qual é mesmo?). São algumas espécies para exemplificar a biodiversidade.
Mapa SEMA-AP/2012
O parque encontra-se sob forte pressão antrópica (ocupação humana) podendo sofrer invasões decorrentes do crescimento da cidade.
A UC ainda não possui plano de manejo e conselho gestor. Atualmente é amparada pelas iniciativas de recuperação das áreas alteradas por parte da sociedade civil organizada em conjunto com o poder público. 

As informações foram retiradas do Atlas das UC's AP (Edições de 2011 e 2012)
 
Disponíveis para pesquisa na Biblioteca Ambiental da SEMA em Macapá. 

Queres ver umas fotos sensacionais do parque 
e da região de Serra do Navio, como esta a seguir?
Parque do Cancão (Foto de Wirley Almeida)
Visite o link www.panoramio.com de Wirley Almeida. 

(Fotos de Wirley Almeida)
Outra página igualmente interessante sobre a Serra do Navio pode ser vista no facebook Paisagens de Serra do Navio - Pontos Turísticos, também de Wirley Almeida. O jovem tem registrado muita coisa da flora, fauna, geografia e belezas cênicas dessa região.



Veja também:
Município de Serra do Navio (Parte 1 - Informações Gerais)
A exploração do manganês de Serra do Navio (Parte 1)
Município de Serra do Navio (Parte 2 - Folder)
Região do Cachaço (Serra do Navio)
Quadro Geral das Áreas Protegidas no Amapá